• Print
Flowlift

O uso de elevação artificial é necessário em poços submarinos, especialmente em águas profundas. Devido a seu amplo campo de aplicação, com utilização em mais de 60% da produção dos poços submarinos, e considerando que a tecnologia já usada em terra e em águas rasas pode ser aplicada com bons resultados (confiabilidade) em águas profundas, o gas-lift é considerado o método padrão de elevação artificial. Contudo, existe a necessidade de melhoria do desempenho da tecnologia atual. Mesmo pequenos aumentos no desempenho resultam numa grande quantidade de óleo produzido.

A melhoria no processo de gás lift é, portanto, um ponto crítico na maximização da produção de óleo usando a menor quantidade possível de gás. Além disso, é necessário poder justificar o uso dessa tecnologia em presença de várias outras eficientes técnicas de elevação. Existem diversos produtos comerciais de “software” que simulam poços com gas lift muito embora quase sempre considerando apenas estados ou regimes permanentes muito embora a injeção de gases através de orifícios ou válvulas seja uma situação tipicamente dinâmica. Simuladores que levem em conta os estados transientes são altamente desejáveis e esse é o objetivo do sistema Flowlift II. Houve uma primeira versão, em Fortran, mas o desafio do ADDLabs consiste em o programa, tornando-o robusto e compreensível para possíveis expansões. Além disso, o foco é torná-lo usável, amigável e confiável.

Financiamento: Parceiros: Coordenadora: Início - Término: Laboratório:
Petrobras  - Ana Cristina Bicharra Garcia  - ADDLabs