• Imprimir
SCIADS: Sistema Computacional Inteligente de Assistência Domiciliar à Saúde.

Este projeto enfoca a aplicação do paradigma de computação ubíqua em sistemas de assistência domiciliar à saúde, onde dispositivos computacionais, sensores e atuadores, operam de forma cooperativa, permitindo o telemonitoramento em tempo-real de pacientes em suas habitações. O potencial benefício clínico da monitoração remota foi comprovado em estudos que demonstraram sua capacidade de reduzir enormemente (quase a zero) a taxa de re-internações para pacientes com determinada doença, e.g., insuficiência cardíaca. Numa etapa anterior dessa pesquisa, identificamos diversas questões, na área de Ciência da Computação e Ciências Médicas, fundamentais para a viabilização da assistência domiciliar a pacientes baseada em computação ubíqua. Na atual fase de continuidade da pesquisa, além de especialistas da área médica, agregamos pesquisadores da área de Computação, especialistas nas questões adicionais anteriormente identificadas. Pretendemos criar um ambiente smart home, para testes preliminares dos sistemas, e também realizar experimentos pilotos com pacientes reais em suas residências, essenciais para avaliar os aspectos clínicos da proposta. A tecnologia a ser desenvolvida tem o potencial de aumentar a qualidade de vida do paciente e do atendimento médico geral da população; adicionalmente, com sua utilização o custo de provisionamento dos serviços de saúde por entidades governamentais poderá ser reduzido. O conhecimento adquirido poderá ser empregado no desenvolvimento de produtos de ponta, numa área de grande demanda, na qual somos extremamente carentes. Finalmente pretendemos consolidar uma rede de conhecimento numa área multidisciplinar, com grandes desafios de pesquisa, estabelecendo uma base sólida para futuras colaborações.

Financiamento: Parceiros: Coordenador: Início - Término: Laboratório:
Faperj UERJ Orlando Loques 2010 - 2012 Lab Tempo