• Imprimir
Laboratório de Pós-Graduação

Um ambiente multidisciplinar que disponibiliza aos alunos ferramentas para execução e elaboração de projetos, aprendizagem prática em Computação e impressão de teses. Permite ao aluno acesso remoto a qualquer momento. O acesso local é controlado por sensor biométrico, com grande flexibilidade de horário, praticamente todos os dias da semana. Em área contígua, há a sala de seminários, salas de doutorado equipadas para prover conforto aos discentes de tempo integral.

O laboratório da Pós-Graduação conta atualmente com mais de 160 estações de trabalho e servidores, a maioria multiprocessado ou "multicore". Possui servidores dedicados aos serviços de web, de correio eletrônico e de sistemas arquivos, além de firewalls, impressoras a laser, escaneadores interconectado por rede gigabit ethernet e uma rede sem fio. O laboratório é dividido em uma sala para estações de trabalho de uso geral e vários laboratórios temáticos. Esta sala conta com computadores tipo desktop, substituídos este ano por maquinas com configurações de hardware de ponta, rodando sistemas operacionais Linux ou Windows e softwares necessários para apoiar os trabalhos das disciplinas do Programa. Os laboratórios temáticos são voltados para as pesquisas correspondentes às áreas de concentração e linhas de pesquisa do Programa, com os recursos, equipamentos e softwares especializados sendo configurados de acordo com as necessidades particulares de cada área ou projeto.  Por exemplo, o laboratório de redes conta com uma rede mesh; o laboratório de processamento paralelo possui dois clusters e uma nuvem computacional que oferece serviços à comunidade internacional de biodiversidade relacionado pesquisa sobre as espécies de flora e fauna do Brasil; o laboratório de otimização disponibiliza, para seus usuários e parceiros de projetos, software e sistemas fundamentais para a pesquisa da área; o laboratório de sistemas de tempo real tem equipamentos para medir o consumo de energia quando executando aplicações; e os laboratórios de Pesquisas em Comunicação de Dados Multimídia e de Medias e Entretenimento Digital utilizam computadores equipados com GPUs. 

O programa conta ainda com um Laboratório de Alto Desempenho, dotado de um supercomputador com 320 processadores chamado Oscar.  Este laboratório é gerenciado pelo Instituto de Computação e utilizado em parceria com os Institutos de Física e de Química e da Escola de Engenharia da UFF.