• Imprimir
Áreas de Concentração

As atividades de pesquisa encontram-se divididas nas seguintes áreas de concentração, com alto potencial de integração:

Algoritmos e Otimização

Esta área de concentração dedica-se, de modo geral, à modelagem computacional de problemas de otimização fundamentais ou originados em aplicações nas áreas de telecomunicações, transportes, esportes, manufatura, biologia e medicina, assim como à busca de algoritmos eficientes para a resolução de tais problemas. Encontra-se articulada em torno de quatro linhas de pesquisa que se complementam: Biologia Computacional, Otimização Combinatória, Metaheurísticas e Teoria e Algoritmos em Grafos.

Computação Científica e Sistemas de Potência

Esta área de concentração trata de dois grandes temas. A Computação Científica é dedicada ao desenvolvimento de sistemas computacionais que objetivam representar os fenômenos em estudo a partir de sua descrição matemática. As técnicas computacionais são analisadas com vistas ao estabelecimento formal de sua efetividade e eficiência. Sistemas de potência destinam-se à geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. Métodos computacionais, técnicas de otimização e inteligência artificial são empregados para a solução de problemas complexos relacionados à operação e planejamento desses sistemas. Nessa área, as atividades são desenvolvidas em quatro linhas de pesquisa: Métodos Computacionais para Equações Diferenciais, Modelagem e Simulação Computacional em Ciências, Análise Computacional de Sistemas de Potência e Otimização em Sistemas de Potência.

Computação Visual

A área de Computação Visual trata de sistemas computacionais aplicados em qualquer etapa de um processo de aquisição, processamento, análise, síntese e interpretação de dados visuais. É uma área interdisciplinar que requer conhecimento nos campos de ciência da computação, matemática, física, engenharia e ciências cognitivas, entre outros. A profundidade do conhecimento requerido em cada campo depende da linha de pesquisa adotada e das aplicações consideradas. Na área de Computação Visual as atividades são desenvolvidas em sete linhas de pesquisa: Análise e Processamento de Imagens, Computação Gráfica, Interação Humano-Computador, Jogos e Entretenimento Digital, Processamento de Dados Geométricos, Visão Computacional e Visualização de Dados.

Engenharia de Sistemas e Informação

A área de Engenharia de Sistemas e Informação (ESI) concentra seus estudos em metodologias e técnicas para o desenvolvimento de software e na aquisição, representação, gerenciamento, análise e transformação de dados, informação e conhecimento consumidos ou produzidos por sistemas computacionais. Esses estudos são realizados tanto em contextos teóricos e formais quanto em contextos práticos e aplicados. A área ESI está organizada em cinco linhas de pesquisa: Banco de Dados, Engenharia de Software, Inteligência Artificial, Linguagens de Programação e Métodos Formais.

Sistemas de Computação

Esta área desenvolve pesquisa científica, teórica e aplicada, nas seguintes linhas de pesquisa: Algoritmos e Sistemas Distribuídos; Computação Ubíqua; Processamento de Alto Desempenho; Redes de Computadores; Segurança de Sistemas, e; Sistemas Multimídia. A área disponibiliza modernos recursos computacionais nos laboratórios temáticos MídiaCom, Tempo e SGCLab, bem como amplo acesso a recursos externos ao IC via interação com empresas e com laboratórios de pesquisa nacionais e internacionais. Nesta área de concentração são oferecidas regularmente disciplinas de Algoritmos Distribuídos, Algoritmos Paralelos, Arquiteturas Paralelas, Computação Móvel, Redes de Computadores e Sistemas de Tempo Real e Embarcados; além de disciplinas optativas de Arquiteturas de Redes de Aomputadores, Avaliação de Desempenho, Computação em Larga Escala, Computação Ubíqua, Desenvolvimento de Sistemas Embarcados, Engenharia de Redes, Fundamentos de Sistemas Multimídia, Laboratório de Programação Paralela, Redes Multimídia, Segurança de Redes e Tópicos Especiais em Sistemas de Computação.