1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Defesa de Dissertação de Mestrado do aluno Hedi Carlos Minin

11/07/2017, 15h, sala 204, Instituto de Computação

Acessibilidade em Exames Digitais para Deficientes Visuais

Informações obtidas a partir de exames realizados em larga escala são utilizadas, principalmente, para monitorar a qualidade do ensino e para fornecer subsídios na formulação de políticas educacionais. No Brasil, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um instrumento de avaliação aplicado anualmente pelo MEC que, além de avaliar o desempenho do candidato, é utilizado como instrumento de seleção para diversas universidades federais e programas governamentais que concedem benefícios aos estudantes, como o ProUni. Parte dos candidatos que realizam o exame são pessoas que possuem algum tipo de deficiência visual e necessitam de atendimento especializado para realização da prova. Em 2014, 7923 candidatos solicitaram a prova ampliada, 5739 o auxílio ledor e 493 a prova em braile. Apesar dos esforços do MEC para eliminar barreiras e promover a igualdade, alguns candidatos relatam experiência frustrantes durante a realização do exame, como a falta de preparação dos ledores. Neste cenário, a utilização de uma ferramenta computacional se apresenta como uma alternativa capaz de promover a autonomia e igualdade aos candidatos com deficiência visual total e parcial (baixa visão). Entretanto, qualquer ferramenta destinada a este propósito deve ser cuidadosamente projetada para que não prejudique a demonstração de competências e habilidades de tais candidatos. Neste trabalho, identificamos as necessidades dos candidatos com deficiência visual no contexto de realização de testes entregues por computadores para investigarmos oportunidades de interação adequada para este público na realização de exames digitais, utilizando, para tanto, o método Pesquisa-Ação. Em um processo cíclico composto por quatro etapas, avaliamos a acessibilidade, usabilidade e funcionalidade de um protótipo concebido a partir dos requisitos funcionais e não funcionais identificados, observando aspectos relacionados com a interação que devem ser considerados no desenvolvimento de uma ferramenta computacional para entrega adequada do Enem a estes candidatos.

Banca examinadora:
Prof.ª Daniela Gorski Trevisan (Presidente), UFF
Prof. José Viterbo Filho, UFF
Prof. Marcos Kalinowski, UFF
Prof. Roberto Pereira, UFPR

PESQUISA PELO SITE

MENU

Início Instituto Laboratórios Departamento
Pesquisa Pós-Graduação Graduação Fale Conosco

CONTATO

IC-Mapa

Av. Gal. Milton Tavares de Souza, s/nº
São Domingos - Niterói - RJ
CEP: 24210-346

IC-UFF-Telefone-icone Fale Conosco

 Como Chegar

CONECTE-SE

IC-Conecte-se-Facebook IC-Conecte-se-Twitter

LINKS

Faperj Lattes Finep SBC PROGRAD
CAPES CNPQ SIAPENET IDUFF NDC

 

Desenvolvido por pela equipe de Suporte Técnico do Instituto de Computação - suporte.ic.uff.br - Web Designer: Emanuel Machado